Adestramento

Adestramento em cães, funciona?

“Mas será que esse papo de adestramento de cães funciona mesmo?”.

Essa é a pergunta que normalmente surge quando o dono (a) ver naufragar o sonho de que o seu animal doméstico aprenda, sem dificuldades e instantaneamente, a fazer suas necessidades em locais adequados, que não destrua os componentes da casa e que socialize com os demais membros da família e amigos.

É raro que tal adaptação ocorra tão facilmente, porque cães são seres vivos dotados de personalidade e não robozinhos que possam ser programados a toque de botões.

Mas a dúvida sobre a eficiência do adestramento de cães surge talvez menos pelo receio de deixar o animal com um desconhecido do que pela relação custo-benefício.

“Vale mesmo o investimento? Não estarei perdendo tempo e dinheiro?”.

Entendendo um pouco do processo de adestramento de cães irá perceber que o método tem sentido e vale a pena o investimento, mesmo se o seu cão for já adulto ou idoso, para evitar transtornos futuros.

Sistema de recompensa

O método do adestramento de cães consiste na habituação do animal em obedecer a determinados comandos recebendo pequenas recompensas repetidamente.

Devido as capacidades cognitivas limitadas é inútil forçá-lo aprender apenas com gestual, exortações ou violência.

É preciso fazê-lo associar os ensinamentos com experiências que lhe sejam positivamente marcantes, reiteradas vezes, para que memorize e naturalmente introduza os ensinamentos no seu cotidiano.

Por isso, usar de violência para o trabalho de adestramento de cães, além de ser eticamente reprovável, é ineficaz, porque surte o efeito contrário.

Faz com que o animal associe as tentativas de educá-lo como experiências traumatizantes.  Em vez de concentrar-se na comunicação do dono, preferirá manter distância.

Tornou-se comum usar um clicker no trabalho de adestramento de cães. É um pequeno aparelho sonoro que é acionado quando o pet age da maneira que se espera. Serve para indicar ao animal que atingiu a expectativa e será merecedor de um prêmio, que pode ser um petisco ou afagos.

Por que contratar um adestrador para cães?

É a questão que pode surgir uma vez compreendendo o método de adestramento em cães. Talvez se sinta capaz de praticar os exercícios com o seu filhote.

No entanto, os entraves que terá que lidar tornar mais viável a escolha por um profissional.

Primeiro é o fator tempo.

É necessário dedicar algumas horas durante a semana e sem interrupções nos treinamentos, senão volta-se a estaca zero. E é preciso também ensinar o animal a obedecer aos comandos em locais diferentes.

É comum que associem determinadas atividades de acordo com o ambiente em que foram realizadas.

Por exemplo, se aprendeu que deve urina em um canto específico, em um quintal, pode interpretar que só deve proceder dessa forma naquele quintal, naquele tipo de terreno, naquele tipo de clima, alterando completamente o comportamento em outro ambiente, o que não é o ideal se caso precise viajar com o pet para outra localidade.

Sabe-se que vive-se hoje uma rotina muito agitada, com diversos afazeres e pouco tempo para descanso.

Acaba se tornado comum que a disposição inicial vá perdendo fôlego com o passar do tempo e a programação para o adestramento seja prejudicada colocando tudo a perder.

O segundo fator é o tempo de aprendizagem. Varia muito de cães para cães, da personalidade de cada um e da frequência dos treinamentos.

Alguns podem aprender o necessário em semanas, outros podem levar meses. Certamente, contando com a experiência e dedicação de um profissional aumenta as chances desse tempo diminuir.

Decidir contratar um profissional. Agora é só esperar

Não é bem assim.

É importante para a total eficiência da técnica de adestramento de cães que o dono compareça em algum momento do treinamento e que fique apto em reproduzir os comandos ensinados.

Afinal, de que adianta o animal aprender lições em um canto e ser desregrado quando volta para casa?

Esse contato também serve para fortalecer os laços afetivos entre cão e dono, além de ser uma forma natural do pet assimilar que os comandos não devem ser obedecidos apenas pelo instrutor.

 

A partir de qual idade o cão pode ser adestrado?

Recomenda-se que a partir do quinquagésimo (50) dia. Lembrando que a técnica de adestramento de cães não é restrita apenas para filhotes. Ela, comprovadamente, mantém sua eficiência com cães adultos e idosos.

 

Conclusão

A técnica de adestramento de cães é a mais adequada e eficiente por usar o sistema de recompensa, jamais se utilizando de agressões ou outros eventos traumatizantes, por fortalecer os laços afetivos entre cão e dono, por propiciar momentos prazerosos ao animal e por ser recomendável para cães de todas as idades.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top